Conto: Nostalgia

Tumblr_lnyzshbnid1qjkjfoo1_500_large

Olfato aguçado pelo aroma do cappuccino. Aprazível. Delicioso. Sensual. Sentia o líquido ardente rasgar-lhe a garganta. A cafeína emaranhava em seu corpo, quase unindo-se ao sangue. Parte de si.

Lembranças. Tortura. Era isso que era. Era isso que sempre seria. Artifício traiçoeiro que lhe remetia as mais dolorosas recordações. Aquele era o preferido dele. Chocolate, caramelo, chantilly. Costumava dizer que nada era melhor para aumentar a libido. Ela ria. Era apaixonada por sua mania de sempre conectar substâncias quaisquer ao sexo. Pela manhã, recebia-lhe com uma caneca fumegante da bebida preta, símbolo de seu amor por ela.

Agora tudo era saudade. Odiava o saudosismo exagerado, mas desde que ele se fora era quase inevitável. E bebia café. E recordava. E chorava. E dormia. Hábitos malditos forçavam-na a permanecer no passado. Quando o “nós” ainda os definia.

Chamou o garçom.

— Mais um copo de nostalgia, por favor.

Anúncios