O perigo do Bullying!

A tragédia no Rio de Janeiro marcou o Brasil e ganhou destaque até fora dele. Todas as emissoras, brasileiras ou não, mostraram o verdadeiro massacre que acabara de acontecer numa simples escola. Doze crianças mortas, outras feridas. Sonhos perdidos, famílias arrasadas. A perplexidade é geral. Como pode alguém ter coragem de ferir tantas pessoas inocentes?

Segundo as notícias, o motivo pode ter sido uma espécie de vingança. De que? Da humilhação sofrida pelo homem naquela escola, quando ainda era estudante. Humilhação na escola – parece familiar esse tema, não é mesmo? É porque, a todo o momento, vemos reportagens e alertas sobre bullying.

Não há desculpas para o que foi feito; afinal, nenhum motivo é suficiente para uma matança, ainda mais com pessoas que nem sequer tem algo a ver com o que aconteceu com ele. Mas a situação nos provou que uma pequena brincadeira pode tomar proporções maiores do que imaginávamos. Bullying é coisa séria e as consequências dele, também.

Não dá para igualar os casos. As pessoas são diferentes umas das outras: cada uma tem um psicológico para enfrentar as dificuldades da vida; o que não quer dizer, porém, que se uma conseguiu superar, a outra também conseguirá.

Até agora, não foi divulgada muita coisa sobre as investigações, porém, o que se sabe, é que Wellington Menezes, o atirador, sempre fora uma criança meio diferente. Isolado, reservado, obcecado por temas terroristas: o alvo perfeito para zombarias.

Antes dessa tragédia, outro caso relacionado ao bullying havia ganhado destaque na mídia. Um colégio é condenado a pagar indenização à família de uma ex-aluna, que, na época em que estudava no local, sofria agressões verbais e físicas (arranhões, socos, chutes, espetadas de lápis) e tinha apenas sete anos! A garota desenvolveu uma fobia da escola, insônia, terror noturno e sintomas psicossomáticos (dores físicas causadas pelo emocional).

Esses são apenas dois exemplos, mas há muitos casos por aí e muitas consequências diferentes. Na maioria deles, no entanto, o trauma dessas humilhações é tão grande que influencia por anos após, talvez até durante a vida inteira, na vida social, profissional e amorosa.

Ninguém merece ser zombado e humilhado no local onde deveria viver seus melhores momentos, fazer novos amigos, crescer e ser educado. Aliás, ninguém merece sofrer isso em nenhum lugar, em nenhum momento da vida.

Todos nós somos iguais. Não importa a cor, sexualidade, religião, gênero ou estilo. Todos nós temos um coração batendo e sentimentos. Então, por que julgamos tanto o próximo sem nem mesmo darmo-lo a chance de mostrar sua personalidade? Imagine que estranho seria se fôssemos todos iguais, sem opinião própria? Se não gosta, não julgue – respeite.

O ser humano tem prazo de validade. De que vale, então, gastarmos nosso tempo precioso nos preocupando com as escolhas de outra pessoa? Reclamamos das guerras, da violência, mas nós mesmos a cometemos (ainda que verbalmente) e a alimentamos. Violência gera violência. Distribua amor e o receberá de volta. Viva para ser feliz; perder tempo com sorrisos é muito mais vantajoso.

E se você sofre bullying: procure ajuda. Não guarde a tristeza e o sofrimento dentro de si. O único a sofrer é você mesmo. Se alguém precisar de conselhos, eu estarei sempre à disposição no twitter (@girlsoverbros) ou em meu email (mclara.alves@live.co.uk).

Queria enviar também todo meu amor e pensamentos positivos às crianças e famílias que sofreram com a tragédia em Realengo. Todos eles estão passando por um momento realmente complicado e merecem todo o apoio oferecido.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O perigo do Bullying!

  1. Bullying é um assunto sério, nessa semana nos tivemos a prova do grande mal que ele pode causar a uma pessoa. É triste, lamentável mas pelo menos serve pra abrir os olhos das pessoas. Em pleno século 21, não é possível que ainda existam pessoas que se divertem fazendo mal as outras. Zoar alguém não é legal, não faz ninguém se sentir melhor. Bullying não é brincadeira, se for constante, pode ter certeza que ele não acabará quando você sair da escola.

    Muito bom seu texto! beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s